Contratos Inteligentes, Aplicações Descentralizadas e Blockchain

Atualizado: 16 de abr. de 2021

Escrito por Camila Studart




A Ethereum, hoje, é a criptomoeda com a segunda maior capitalização do mercado. Foi criada pelo programador canadense Vitalik Buterin e tem uma história interessante: é o resultado da divisão da rede ocorrida em 2016, após um hacker encontrar uma falha e roubar cerca de US$ 50 milhões de Ether.

É uma plataforma descentralizada focada na execução dos chamados contratos inteligentes e utiliza o blockchain para validar as transações.


Ao contrário do Bitcoin, não possui oferta monetária limitada.


Sua sigla é ETH (muita gente me pergunta o que é BTC, é a sigla de BiTCoin), você pode comprá-lo ou minerá-lo (esqueça isso no Brasil) e é uma das três moedas digitais mais negociadas do mundo, muito embora não tenha sido criada para ser uma moeda digital, mas um ativo para recompensar os desenvolvedores que usam a plataforma para seus projetos.

Nesses últimos dias ganhou ainda mais destaque e chegou a ultrapassar 370 USD em muitas corretoras, após o início da fase de testes da plataforma 2.0, o Medalla, onde os usuários podem rastrear e começar a fazer depósitos na rede por meio de múltiplos clientes para testar os novos mecanismos de segurança da rede.



#ETH #criptomoedas #blockchain #bitcoin #contratosinteligentes #smartcontracts #bancariodigital

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo